Grécia sem crise

Assim como os restaurantes, vinhos gregos surpreendem a preços interessantes

Grécia sem crise

A maré começa a encher, a onda a subir e vai se espalhar por aí, pode apostar. Em São Paulo, os restaurantes MYK e Kouzina, ambos nas mãos da chef Mariana Fonseca, estão cheios e badalados, com ambientes tão gostosos quanto a comida, vendida com uma ótima relação custo-benefício.

A partir da nossa feliz descoberta do azeite (grego ou não) e em busca de uma maneira simples e rica de cozinhar, a culinária mediterrânea pulula como prato do dia, repleta de verduras, legumes e sutilezas gustativas.

Eis que surgem, engarrafadas, duas surpresas nessa linha, veja só, diretamente da região grega da Macedônia, a terra de Alexandre, O Grande, onde se cultiva boa parte das 30 variedades de uvas autóctones da Grécia. E também castas de outros cantos do mundo, que ganham um caráter todo especial naquele solo seco e árido.

Os vinhos Chateau Julia Merlot e Amethiystos Sauvigon Blanc, da Domaine Costa Lazaridi, são caldos ricos e surpreendentes, que revelam uma Grécia vitivinícola que está galáxias além do questionável Tsantali, o rótulo- exportação do país. O tinto com uma das grandes uvas de Bordeaux concentra aromas de frutas negras (ameixa, jabuticaba e groselha) e especiarias. Na boca, vem uma baunilha marcante e uma instigante mistura de nozes, algum chocolate, ervas e especiarias.

ChateauJulia-Merlot-WineDetail-1-15
Château Julia Merlot

O branco é tão inusitado que tem quebrado as pernas (ou narizes) dos enófilos mais experimentados. Às cegas, existe uma remota possibilidade de ser identificado como um sauvignon blanc. Envelhecido em barris de carvalho, revela notas de nozes no nariz e toques amanteigados na boca, com um leve frescor. Na linguagem do vinho, diz-se que é “mastigável”. Melhor se na companhia de peixes com sabor robusto e tudo o que for gratinado.

A sugestão é do consultor de vinhos e gastronomia Lauro Carvalho, que, em jantar a convite de GULA, interferiu na cozinha do DOC Ristorante, na Barra, Rio, e conduziu casamentos perfeitos não só com os rótulos citados aqui, mas também com outras joias gregas importadas pela GRK Products, como o Amethystos Rouge (cabernet sauvignon, merlot e agiorgitiko) e o Oenotria Land (cabernet sauvignon e agiorgitiko). O Chateau Julia e o Amethystos Sauvignon Blanc estão no mercado por cerca de R$ 100 a garrafa. Na boca, valem muito mais.